The Latest

out. 1, 2014
Janie Bryant @ Rogerio Resende /R2Foto

Janie Bryant @ Rogerio Resende /R2Foto

Vencedora de um EMMY e dois Costume Designers Guild Awards, a figurinista da série Mad Men, Janie Bryant participou de um bate papo durante uma Master Class, no RioMarket 2014| Festival do Rio, que aconteceu na sexta-feira, 26 de setembro.
“Figurino não é sobre moda, é sobre personalidade”, ensina Janie, ao lado da consultora de moda Monica Corcoran Harel. Ela explicou porque acha seu trabalho tão interessante: “Nós lidamos com pessoas de todos os tamanhos, idades, pesos, cores e estilos. Figurino não é sobre moda, é sobre personalidade. O figurino é parte essencial na construção do personagem”.
“Mad Men” deu um novo brilho a moda e estilo dos anos 60 nos Estados Unidos. Resgatou modelos, peças e acessórios há muito abandonados e deixou marcado o estilo único de se vestir do protagonista Don Draper. “Mad Men” provou mais uma vez que figurino não é apenas essencial para compor o caráter e a imagem dos personagens de uma produção, mas que também é capaz de exceder as barreiras da tela para a realidade.
A figurinista dividiu com o público diversas curiosidades sobre o trabalho em “Mad Men” e também na série “Deadwood”, do canal HBO, que retrata os anos 1870. Janie contou como os atores começam as gravações reclamando dos figurinos apertados e diferentes e, em pouco tempo, não abrem mão deles. A profissional revelou-se fã de filmes antigos e garantiu que uma das razões para “Mad Men” ter feito tanto sucesso na moda foi a própria fórmula dos anos 60: “Os anos 1960 fazem parte do que eu chamo de período clássico e icônico do estilo americano, que tanto o homem quanto a mulher ainda usam hoje. E é por isso que as pessoas ainda conseguem se identificar com esse estilo”.
Figurinista de Mad Men conta os segredos que fizeram a série virar referência na moda Vencedora de um EMMY e dois Costume Designers Guild Awards, a figurinista da série Mad Men, …
out. 1, 2014
O desfile Spring Summer 2015 Valentino foi inspirado no Grand Tour – tradicional viagem pela Europa (principalmente França e Itália), feita por jovens de classe-média alta, a partir de 1600 até o surgimento do tráfego ferroviário em grande escala, na década de 1840.
Assim, como uma longa viagem, o desfile apresentou 79 modelos (precisa?) criados por Maria Grazia Chiuri e Pierpaolo Piccioli, com diversas linhas – estampas, como do Panteão de Roma, sedas, rendas brancas e coloridas, camadas, vestidos básicos, longos, curtos,  bolsas coloridas e a sandália gladiador.
Uma boa edição de estilo ajudaria a condensar as ideias, que, na boa, se perderam tamanho a diversidade apresentada. Sem contar a chatice que é acompanhar um tão longo!
(Fonte: FGR | Fotos: Getty Images)
Grand Tour inspira o Verão 2015 da Valentino O desfile Spring Summer 2015 Valentino foi inspirado no Grand Tour - tradicional viagem pela Europa (principalmente França e Itália), feita por jovens de classe-média alta, a partir de 1600 até o surgimento do tráfego ferroviário em grande escala, na década de 1840.
set. 30, 2014
A diretoria da Flamant Brasil promove na quarta-feira, 8 de outubro, o coquetel de inauguração da primeira loja da marca belga no país.
Cerca de 150 convidados, entre arquitetos, decoradores e convidados da comunidade belga no Brasil, irão conhecer em primeira mão o espaço instalado na Rua José Pires Neto, no Cambuí.
A festa contará com os serviços do buffet Casarão.
Com uma área de 400 metros quadrados, a “concept store” exibe, em diversos ambientes, os itens da Flamant, que vão do piso ao lustre, com destaque para os móveis, além de uma área exclusiva para a venda de acessórios.
Com mais de 30 anos de mercado, a Flamant está presente em cerca de 50 países e tem uma coleção de mais de quatro mil itens.
Campinas recebe primeira loja da Flamant no Brasil A diretoria da Flamant Brasil promove na quarta-feira, 8 de outubro, o coquetel de inauguração da primeira loja da marca belga no país.
set. 30, 2014
A vida é ótima no Boulevard Chanel, a fachada de rua criada pelo estilista Karl Lagerfeld para o desfile Spring Summer 2015 nesta terça-feira, 30 de setembro, onde modelos vestindo peças caras realizaram uma falsa manifestação como parte do espetáculo.
O comentário de Lagerfeld sobre a inclinação dos franceses por protestos desatou gargalhadas na plateia elegante reunida no Grand Palais, cercado pelos quatro lados por um pano de fundo imenso retratando um bairro parisiense chique.
Na versão aprimorada da realidade de Lagerfeld, não se viam os famosos grafitis de Paris nem sujeira de cachorro empanando o brilho do Boulevard Chanel, só as dezenas e dezenas de ternos e vestidos de tons brilhantes do enérgico estilista alemão. No encerramento, modelos como Gisele Bundchen fizeram uma passeata urbana ao som do hino feminista de Chaka Khan, “I’m Every Woman”.
Armadas com megafones, as modelos agitavam cartazes com os dizeres “Os direitos das mulheres estão mais do que direito”, “Podemos marchar como os machões” e “Divórcio para todos”, acompanhadas de Lagerfeld, sempre de óculos escuros, rabo de cavalo e iPhone na mão.
Depois do show, Lagerfeld descartou qualquer mensagem política grandiloquente, dizendo simplesmente que parecia “certo naquele momento”. “Não me faço questionamentos políticos nesse nível”, afirmou, ainda que tenha reconhecido que o cartaz “Divórcio para todos” tenha sido um deboche dos críticos da lei francesa do casamento gay, aprovada no ano passado. “Cinquenta por cento dos casamentos terminam em divórcio, então esqueça!”, declarou.
Chanel - Verão 2015 - Paris @ Getty Images (24)
Quanto a coleção…
Lagerfeld empregou tons de arco-íris e florais brilhantes, rompendo audaciosamente com sua própria paleta de pintor. Os ternos de tweed clássicos da Chanel em preto e cinza tiveram como contrapartida blusas em tons psicodélicos, uma justaposição do sensível e do ultrajante que permeou a coleção.
Capas em combinações vívidas de fúcsia, escarlate, turquesa e amarelo lembravam aquarelas caleidoscópicas, às vezes combinadas com um forro de bolinhas, e uma decoração floral multicolorida adornando vestidos e tops feitos de contas metálicas brilhantes.
A coleção, que ainda incluiu malhas estilo marinheiro e com faixas brancas e ternos risca de giz brilhantes com calças folgadas, teve um toque feminino excêntrico com as golas brancas amplas, que lembraram as pinturas flamengas do museu do Louvre.
(Fonte: Reuters | Getty Images)
Manchetes Mundo Negócios Esportes Cultura Brasil Internet ÍNDICES Produtos e Serviços Support Sobre a Thomson Reuters “Manifestação” de Lagerfeld ocupa Boulevard Chanel durante Semana de Moda de Paris A vida é ótima no Boulevard Chanel, a fachada de rua criada pelo estilista Karl Lagerfeld para o desfile Spring Summer 2015 nesta terça-feira, 30 de setembro, onde modelos vestindo peças caras realizaram uma falsa manifestação como parte do espetáculo.
set. 30, 2014
Rihanna - Esmalte Nude @ Reprodução

Rihanna – Esmalte Nude @ Reprodução

A Essie esteve presente no backstage do desfile de Alexander Wang com o esmalte Au Natural.
A gama de tons de nude caminham do clarinho como Don’t Sweater It, Sand Tropez e Topless and Barefoot, ao marrom mais forte, como Mink Muffs, Over The Knee, Hot Coco.
Os metalizados são os Penny Talk, Buy Me A Cameo e o Tea Crumpets.
Preço sugerido R$ 33,00
Todas as gamas do nude do esmalte Au Natural da Essie A Essie esteve presente no backstage do desfile de Alexander Wang com o esmalte Au Natural…
Naomi Campbell participará da série de TV ‘Empire’

Naomi Campbell entrou para o elenco de Empire, série sobre o universo do hip hop, que vai estrear nos Estados Unidos no começo do próximo ano, pela rede Fox.
set. 29, 2014 / 2 notas

Naomi Campbell participará da série de TV ‘Empire’

Naomi Campbell entrou para o elenco de Empire, série sobre o universo do hip hop, que vai estrear nos Estados Unidos no começo do próximo ano, pela rede Fox.

set. 29, 2014

Ouça a canção de Lorde para ‘Jogos Vorazes – A Esperança – Parte 1′ http://wp.me/skcnU-lorde

Lorde é a voz de ‘Yellow Flicker Beat’, a canção tema de ‘Jogos Vorazes: a esperança – parte 1’.

set. 29, 2014
Elie Saab buscou inspiração no mar – efeito ombre, estampas de água e ilustrações de peixes – para a coleção Spring Summer 2015 apresentada na Semana de Moda de Paris.
Ao lado dos famosos modelões de festa, o estilista libanês apostou curtos, macacões, shorts, seda, rendas (sim, infelizmente, elas nunca irão embora…), variados tons de azul, coral, laranja, preto e branco. Tudo com forte vibe anos 70 (uma das tendências mais fortes das Semanas de Moda internacionais).
Apesar de dividir espaço, os vestidos longos são a melhor parte da coleção – principalmente os com efeitos ombre (o cinza e preto é a estrela).
PS: Estranha aposta na volta do Mullet Dress (febre da temporada 2011/2012)! Pelo amor, né?
(Fonte: FGR | Fotos: Getty Images)
Semanas de Moda - Verão 2015 - Paris - Elie Saab Elie Saab buscou inspiração no mar – efeito ombre, estampas de água e ilustrações de peixes - para a coleção Spring Summer 2015 apresentada na Semana de Moda de Paris.
set. 29, 2014
O MACC sedia as exposições ‘Cidade Imaginária’ e ‘O Feito, Trabalho’ de 02 de outubro a 02 de novembro.
O projeto “Cidade Imaginária” de Celso Palermo, Fabio Fantazzini, Fernando Righetto e Martinho Caires estará em uma das salas do Macc e traz imagens de cidade que fogem do comum e do usual. São fotografias de diversos tamanhos, em cores e em preto e branco,  que retratam detalhes e peculiaridades, às vezes com sobreposições, no espaço urbano.
A exposição também terá a participação de outros fotógrafos convidados pelos integrantes do projeto e as imagens serão colocadas em um painel durante a mostra. Segundo o fotógrafo Martinho Caires, que idealizou o projeto, esse é um conceito da fotografia contemporânea com a ideia do recorte que atribui um novo significado à imagem e permite um olhar plural sobre a cidade.
Em outra sala estará a exposição “O Feito, Trabalho”, na qual Fábio Lopes, João Nakacima, Thales Lira e Thiago Fernandes levam como proposta uma obra em formato de instalação, como uma imensa lousa, com desenhos de giz. Ao longo da mostra, mais desenhos e outros elementos serão acrescidos à exposição inicial.
Fábio Lopes, que compõe o projeto “O Feito, Trabalho”, explica que “as paredes do museu serão pintadas com tinta de lousa de maneira que todo o espaço será um grande quadro negro no qual desenharemos com giz, produzindo uma sobreposição de imagens com o passar do tempo”.
O vernisage de ambas exposições acontecerá na quinta-feira, 02 de outubro, às 19h30.
Entrada franca.
Imagens são as estrelas em duas exposições no MACC O MACC sedia as exposições ‘Cidade Imaginária’ e ‘O Feito, Trabalho’ de 02 de outubro a 02 de novembro.
set. 29, 2014

Vila Paraíso no Festival Gastronômico de Primavera de Sousas e Joaquim Egídio

O Vila Paraíso participará da primeira edição do Festival Gastronômico e Sustentável de Primavera de Sousas e Joaquim Egídio. Com o tema ‘Flores e Frutas’, o chef Ricardo Barreira preparou como entrada queijo Camembert empanado, geléia de laranja kinkam e maracujá, duas frutas de épocas. Ravioli de Figo & Brie - Vila Paraíso @ Divulgação

Ravioli de Figo & Brie – Vila Paraíso @ Divulgação

O prato principal é um raviolli com massa caseira feita no…

View On WordPress